Molho de tomate caseiro, simplesmente delicioso

É tempo de repensarmos sobre as nossas escolhas e definirmos o que realmente importa. Retornarmos às nossas origens e recuperarmos os verdadeiros sabores da vida, na cozinha e fora dela. Ficarmos em paz com a nossa saúde, procurando promover sempre, mais bem estar e equilíbrio ao nosso corpo.

Além de ser totalmente adepta de comida simples, que conforta, que tem cheiro de frescor, sabor de casa, sou também apaixonada por receitas fáceis de fazer. Aquelas que te despertam para uma nova maneira de comer, com comida de verdade na mesa. E, poder saborear um molho de tomates caseiro, é dar à sua massa ou qualquer outro acompanhamento, o status merecido, com muito mais qualidade, higiene e nutrição. Que com certeza, não tem nenhuma comparação com os seus supostos parentes industrializados!

Mas, também tem gosto de infância, pelo menos da minha. Difícil é não sentir saudade dos almoços de domingo, onde um prato de macarronada com molho de tomate preparado pelas pessoas que mais amamos, nos fazia jurar amor eterno à comida simples e verdadeira.

Então, que tal resgatar este sublime hábito e preparar em casa, seu próprio molho de tomate?

Molho Rústico de Tomates

Você vai precisar de …tomatoes

8 tomates bem maduros (sem casca e sem sementes), de preferência italianos
2 dentes de alho
1 colher (sobremesa) de óleo de coco ou azeite de oliva
Sal rosa do Himalaia
Pimenta do reino (moída na hora)
Manjericão fresco

Nota: Na medida do possível, dê preferência aos tomates orgânicos, pois ele é um dos alimentos mais contaminados pelos agrotóxicos.

Como fazer  para retirar as peles e sementes dos tomates …

1 – Coloque água para ferver em uma panela grande e alta, para dar início ao procedimento da retirada das peles e sementes dos tomates.
2 – Retire os cabinhos dos tomates com a ajuda de uma faquinha e na extremidade oposta aos cabinhos, faça um X com a ponta da faca, ferindo apenas a pele dos tomates e não a sua polpa.
3 – Assim que a água ferver, mergulhe os tomates e à parte, reserve uma tigela com água gelada.  Se possível, com cubos de gelo.
4 – Quando suas peles começarem a se soltar, retire os tomates e mergulhe-os na tigela de água gelada, para dar o choque térmico e interromper o cozimento dos mesmos.
5 – Com as mãos, retire o restante das peles e também as sementes dos tomates. Em seguida, pique-os e reserve.

Fazendo o molho …

1 – Em uma panela, coloque o óleo de coco (ou azeite de oliva) e frite o alho, até o seu perfume começar a inundar a cozinha, sem deixar que queime.
2 – Acrescente os tomates picadinhos e tempere com sal rosa do Himalaia e pimenta do reino.
3 – Misture bem e se necessário, corrija o tempero.
4- Deixe apurar um pouquinho e depois, acrescente as folhinhas de manjericão fresco, desligando o fogo, logo em seguida. O manjericão deve receber apenas o vapor desprendido dos tomates, não deixando que ele cozinhe excessivamente.
5 – Coloque a massa de sua preferência, já cozida e escorrida em uma panela com parte do molho de tomates e envolva tudo delicadamente.
6 – Em seguida, coloque a massa temperada em um prato fundo com um pouquinho de molho restante por cima e uma folhinha de manjericão para decorar.

Nota: O manjericão enriquece o molho, sem roubarem a cena, protagonizada pelo tomate. Então, não exagere na quantidade. Eu, particularmente, prefiro dar ao molho, um toque mais rústico, então sugiro que as folhinhas de manjericão sejam apenas rasgadas com as mãos. Mas, se você preferir pica-las com a faca, faça isso um pouquinho antes de adiciona-las ao molho, para que elas não percam seu delicioso perfume.

E aí, gostou ? Então, volte sempre e muito obrigado pela sua visita!

Abs, Glaucia

by Glau Pereira, on 01/08/2016