Extrato de baunilha, faça o seu !

Se existe algo sedutor na confeitaria, é a baunilha. Sementinhas super pequeninas, provindas de uma orquídea e que dão a qualquer creme, bolo ou biscoito um sabor e aroma sem igual. Impossível, passar despercebida, pois seu perfume conquista qualquer um, mesmo antes da primeira mordida. Mas, infelizmente é uma das especiarias mais caras, perdendo apenas para o açafrão.

vanilla10

O método de extração da vanilina (aroma natural da baunilha) por ser muito dispendioso e também não oferecer rendimentos satisfatórios a partir da planta, torna seu extrato natural um produto muito caro, para não dizer também raro.

Já sua essência artificial é obtida a partir de diferentes componentes sintéticos, muitas vezes provindos do cravo-da-índia (eugenol), entre outros, na tentativa de se reproduzir artificialmente o aroma desta magnífica flor e contendo apenas uma pequena concentração da verdadeira vanilina (cerca de 1%). Mas, com muito amor e uma boa dose de dedicação, você poderá fazer seu próprio extrato, que é por sinal pura explosão de sabor e aroma…

Então, vamos à receita ?

Receita – Extrato de Baunilha

O processo consiste em uma infusão de  favas de baunilha em álcool. Bebidas com alto teor alcoólico são as mais indicadas (acima de 40º), como a vodca. Mas também o rum, o uísque e a cachaça são excelentes opções, as quais resultam em um extrato aromático bastante singular, de acordo com a sua escolha. Particularmente, eu sugiro o uso de bebidas mais neutras, como por exemplo a vodca, para que os aromas da bebida não disputem com a delicada fragrância da baunilha.extra

Você vai precisar de …

4 favas de baunilha
500 ml de vodca
Garrafa ou pote de vidro
Etiqueta de identificação

Como fazer …

1- O primeiro passo é a esterilização do pote ou garrafa de vidro.

2- Em seguida, fazer uma incisão longitudinal nas favas de baunilha com a ponta de uma faquinha bem afiada. Raspar as sementinhas com as costas da faca e inseri-las dentro da garrafa. Preencher com a bebida alcoólica de sua preferência, fechar e agitar bem.

3 – Colar a etiqueta de identificação com a data de fabricação no pote, para que você possa acompanhar a evolução do processo e o amadurecimento do extrato.

4 – Seu extrato deverá permanecer em repouso por aproximadamente quatro meses e  em local escuro e bem arejado, longe de produtos de odor forte ou de limpeza. Pelo menos, uma vez por semana, agitar bem a mistura.

4 – Após dois meses sob repouso (no mínimo), seu extrato já poderá ser usado. Lembrando, que seu ápice olfativo será alcançado apenas após seis meses, etapa em que o álcool terá retirado todo o aroma da baunilha, conferindo ao produto uma coloração marrom bastante escura.

5 – O melhor de tudo, é que você poderá completar seu extrato com mais vodca, além de inserir outras favas de baunilha, conforme ele vai sendo utilizado. Agora, é só desfrutar !

E aí, gostou ? Então, volte sempre e muito obrigado pela sua visita!

Abs, Glau

 

by Glau Pereira, on 17/06/2016