Desvendando a vida secreta das árvores

Se as relações entre humanos e árvores o inspiraram nas histórias de Barbárvore, o mais velho Ent de J.R.R. Tolkien ou até mesmo no filme de James Cameron (Avatar), então não deixe de assistir o documentário ‘Intelligent Trees’ (Árvores Inteligentes).

Nele, os cientistas Peter Wohlleben e Suzanne Simard nos contam os segredos das árvores, ao se debruçarem na observação e investigação da vida escondida em seus ramos, raízes e folhas.

E sob um ponto de vista científico e também romântico, nos conduzem por um cenário de dar inveja – dos Baobás de Madagascar às Sequoias Gigantes da Califórnia, passando pelas árvores que andam até o mar a uma Acácia que se comunica com as pessoas.

Fantasia ou ficção? Nenhuma das duas, apenas uma realidade escalada por décadas à sombra dos frondosos ramos destes majestosos seres. Entre folhas e raízes, à sombra de ciência, segundo os protagonistas do documentário Intelligent Trees.

Titulo Original: Arbres
Ano e País de Produção: França / 2001
Direção: Sophie Bruneau / Marc-Antoine Roudil

Além de ler o livro ‘Das geheime Leben der Bäume’ (A Vida Secreta das Árvores) que o inspirou e que se tornou best-seller na Alemanha e foi traduzido em 19 idiomas. capa=avidasecretadasarvores

E que agora, acaba de ser traduzido pela Editora Sextante, para o nosso idioma.

Nele, o autor e engenheiro florestal alemão Peter Wohlleben discorre sobre o que aprendeu sobre a natureza das árvores,  de forma descontraída e durante décadas de pesquisa. E também revela que árvores são muito mais que organismos responsáveis pela produção de oxigênio no planeta ou sombra para o descanso das pessoas e de plantas menores.

E que elas são muito mais que madeira para a construção de edifícios e moveis. São seres individuais e com características próprias, algumas muito semelhantes às humanas.

São capazes de desenvolver laços familiares e também de cuidar de outras árvores e plantas. Além de possuírem linguagem própria e conversarem entre si, inclusive com o ser humano.

Um belo trabalho desenvolvido pelo Wohlleben, que aos poucos, vem  despertando interesse e ganhando inúmeros adeptos ao redor do mundo, com o intuito de preservar e recuperar florestas e matas nativas.

E aí, gostou ?

Então, volte sempre e muito obrigado pela sua visita!

Abs, Glau Pereira

 

by Glau Pereira, on 06/03/2017